Buscas

Pico de buscas pelo termo dengue no Google é o maior desde 2008 no Brasil

Publicado em 14/04/2015 , às 14 h00

Da Folhapress

As pesquisas pelo termo entre 22 e 28 de março deste ano foram mais de duas vezes maiores que o pico de pesquisas de 2014 / Foto: Mariana Dantas/NE10

As pesquisas pelo termo entre 22 e 28 de março deste ano foram mais de duas vezes maiores que o pico de pesquisas de 2014 Foto: Mariana Dantas/NE10

As procuras pelo termo 'dengue' no fim de março tiveram seu maior pico no site de buscas Google desde abril de 2008.

As pesquisas pelo termo entre 22 e 28 de março deste ano foram mais de duas vezes maiores que o pico de pesquisas de 2014, que aconteceu entre os dias 4 e 10 de maio.

Entretanto, o número buscado no fim do mês passado ainda é três vezes menor do que o de abril de 2008. De janeiro a novembro daquele ano, o Brasil registrou 788 mil casos de dengue -um recorde para a época-, quase 30% deles no Estado do Rio de Janeiro. Nos primeiros três meses de 2015, foram 460 mil casos.

O Google não divulga o número absoluto de buscas, mas apenas a comparação entre datas ou termos.
As cinco dúvidas sobre a dengue mais pesquisadas no Brasil nos últimos doze meses no site foram:

1ª) "Existe repelente para a dengue?"
2ª) "Inhame previne dengue?"
3ª) "Dengue provoca espirros?"
4ª) "Gravidez com dengue"
5ª) "Vitamina B previne dengue?"

EPIDEMIA - O Estado de São Paulo ultrapassou a marca de casos de dengue neste ano suficiente para enquadrá-lo em uma situação de epidemia, conforme dados do Ministério da Saúde obtidos pela Folha de S.Paulo.

Só nos três primeiros meses do ano, foram 258 mil registros -número sete vezes superior ao registrado em igual período do ano passado, quando houve 35 mil notificações da doença.
As informações atualizadas pelo ministério até 28 de março apontam ainda que, além de São Paulo, pelo menos outros três Estados já apresentam incidência epidêmica de dengue: Mato Grosso do Sul, Goiás e Acre.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) adota essa classificação para lugares com mais de 300 casos da doença por 100 mil habitantes.

Pelo último balanço, do começo de março, São Paulo tinha 281 registros a cada 100 mil habitantes. Agora, a proporção atingiu 585. Nos demais Estados em epidemia, a taxa varia de 304 a 882,5.

São Paulo, que também enfrentou uma epidemia de dengue há dois anos, concentra mais da metade dos casos do país. A expansão da dengue em 2015 já atinge 24 Estados. Segundo dados tabulados pela Folha de S.Paulo a partir do novo balanço do Ministério da Saúde, apenas Amazonas, Espírito Santo e Distrito Federal não registraram aumento de casos em relação ao mesmo período do ano passado.

PALAVRAS-CHAVE: saúde google notícias

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo