Educação

Concurso online de redação incentiva estudantes a manter preparação para o Enem; veja dicas de como escrever bem

Publicado em 25/05/2020 , às 08 h30

NE10

Além da prática constante da escrita, é preciso ler bastante para se manter atualizado e conseguir bom desempenho na redação / Foto: Divulgação

Além da prática constante da escrita, é preciso ler bastante para se manter atualizado e conseguir bom desempenho na redação Foto: Divulgação

O Colégio Madre de Deus abriu inscrições para seu primeiro Concurso de Redação Online Cartas para o Futuro. Através da criatividade e imaginação, a iniciativa tem a proposta de estimular a escrita e incentivar jovens e adolescentes de várias instituições de ensino a expressarem seus sentimentos e esperanças em relação ao futuro. As inscrições podem ser realizadas por meio do formulário disponibilizado pela escola até o dia 31 de maio.

“Tendo em vista a pandemia da Covid-19 e dentro dessa nova visão de mundo, o Colégio Madre de Deus tem criado diversas atividades. Dentre elas, o Concurso de Redação Online, promovido justamente para aproveitar melhor esse momento de uso da tecnologia e do isolamento social dos alunos. Intelectualmente, os estudantes precisam estar sempre ativos e, com esta proposta, eles têm a oportunidade de escrever, relatar o seu dia a dia e trabalhar também as características da linguagem escrita”, comenta o diretor da instituição, Gerez Figueiredo.

Estudantes matriculados em qualquer escola da rede pública ou privada poderão participar. Eles devem ter entre 11 e 17 anos completos até o dia 30 de junho de 2020. Os candidatos terão que compor uma carta argumentativa com o tema “Cartas para o Futuro: a esperança no mundo em tempos de pandemia” e obedecer os três componentes de base de uma carta, como data, fórmulas de cortesia e de saudações e assinatura, conforme detalha o edital.

“O tema do concurso veio com o tempo de pandemia e isolamento social que estamos vivenciando. Esse assunto vem justamente para evidenciar como os alunos dessa geração, que serão os próximos gestores e profissionais em diversas áreas, enxergam o mundo pós-pandemia. Queremos saber qual a visão deles sobre o futuro”, ressalta Gerez. 

O concurso foi dividido em quatro categorias para obedecer a faixa etária dos candidatos. Deverão se inscrever na Categoria 1 os estudantes do Colégio Madre de Deus que cursam o Ensino Fundamental II. Na Categoria 2, alunos do Colégio Madre de Deus que estão em qualquer série do Ensino Médio. Na Categoria 3, estudantes de outras instituições de ensino que cursam Ensino Fundamental II. Já os estudantes do Ensino Médio de outras instituições deverão optar pela Categoria 4. 

Serão premiados com um Apple TV os primeiros colocados  nas categorias 1, 2 e 3. Além do aparelho, o vencedor da categoria 4 ganhará também uma bolsa de estudos no Colégio Madre de Deus, com aprofundamento da área de Saúde. O segundo e o terceiro lugares na categoria 4 também serão reconhecidos com bolsa de estudos na instituição, também com aprofundamento da área de Saúde. As redações deverão ser enviadas até às 23h59 do dia 15 de junho. O resultado final deve ser divulgado no dia 30 do mesmo mês.

Redação

Marlecsandra Santos, professora de Redação do Madre de Deus, explica que não há segredos para uma boa escrita, mas que é preciso ter bastante atenção. Ela ressalta que o concurso, além de estimular o desenvolvimento cognitivo e as ferramentas de redação, é mais uma forma de que os alunos dispõem para se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) - que, apesar da data de realização ainda indefinida, é considerado o principal acesso às universidades.

“Para escrever bem é preciso unir inspiração, observação e prática. Sempre falo para os alunos que nem Machado de Assis escreveu um bom texto de primeira. Você pode escrever, reler, reescrever. Fazer leituras de texto variados também ajuda muito e a prática textual traz isso”, pontua Marlecsandra. 

Apesar de o gênero carta argumentativa, exigido pelo Concurso de Redação Online Cartas para o Futuro, ser diferente do texto dissertativo-argumentativo, cobrado no Enem, ela esclarece que a ideia principal de ambos é a mesma: defender uma tese baseada em bons argumentos. Para isso, além da prática constante da escrita, é preciso ter contato com outros textos e gêneros textuais, ler bastante para se manter atualizado e observar bem os fatos da atualidade para desenvolver bons argumentos e fugir do senso comum. 

“Quando o estudante lê diferentes tipos de textos, fica atualizado, pratica a escrita e tem esse olhar de observação, ele consegue fazer uma boa redação, seja no concurso ou no vestibular. É sempre bom problematizar as situações para ir além. Fazer perguntas retóricas do tipo ‘o que acho sobre isso?’, ‘concordo?’, ‘discordo?’, ‘o que penso disso?’, ‘o que sei sobre isso?’ ajuda a dizer até onde vão meus conhecimentos sobre o assunto”.

Em relação à estrutura da carta argumentativa, a professora alerta que, além das reflexões no texto, é preciso colocar a assinatura, destinatário, data, local e saudação. Ela explica ainda que os estudantes precisam respeitar os Direitos Humanos, regra do concurso, e ter atenção para escrever conforme a norma padrão da Língua Portuguesa.

“Além de associar todos esses critérios, o aluno precisa atender também às normas de concordância e regência, que são um erro muito comum. Muitas vezes nem é pelo desconhecimento das normas, mas pela falta de atenção, uma vez que eles usam mais gêneros virtuais, que não exigem essa atenção apurada da língua”, conclui. 

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo