Unit

Pesquisa e Extensão são portas de entrada para carreira acadêmica

Publicado em 19/03/2020 , às 09 h50

NE10

O sucesso acadêmico da estudante de Direito da Unit Maria Eduarda Cavalcante é fruto do incentivo de grupos de pesquisa da instituição / Foto: Luisi Marques/JC360

O sucesso acadêmico da estudante de Direito da Unit Maria Eduarda Cavalcante é fruto do incentivo de grupos de pesquisa da instituição Foto: Luisi Marques/JC360

Iniciar a carreira universitária, para muitos, pode significar ingressar apenas na faculdade em que se tem maior afinidade profissional e cumprir com suas atividades durante a graduação. No entanto, para construir uma base sólida no ensino, é preciso romper as paredes da sala de aula e até mesmo ampliar o conhecimento repassado pelos professores nas disciplinas. No Programa de Pesquisa e Extensão do Centro Universitário Tiradentes (Unit-PE), os alunos contam com o apoio e orientação de professores para garantir os melhores desempenhos no currículo acadêmico.

Assistente social por formação e coordenadora de Pesquisa e Extensão da Unit, Rizete Costa esclarece que o programa da universidade vai muito além do conteúdo abordado na faculdade. Ela conta que, para o estudante se destacar no ambiente acadêmico, é essencial que ele tenha ingressado em alguns projetos durante a graduação porque, assim, sua formação atinge mais facilmente a absorção dos conhecimentos e, consequentemente, maior experiência em sua futura área de atuação.

“Nosso Programa de Pesquisa e Extensão funciona como um complemento da graduação porque a gente acredita que a formação só se dá a partir do tripé Pesquisa, Ensino e Extensão. A gente tem um perfil de um alunado que termina a graduação e vai direto para residências, mestrado, especialização. Tudo isso são elementos importantes para que esse aluno tenha boas colocações nas provas de títulos”, esclarece Rizete, pontuando o sucesso de estudantes que conseguiram ir para o exterior a partir do alto desempenho deles no programa.

Unit Programa de Pesquisa e Extensão
Coordenadora de Pesquisa e Extensão da Unit, Rizete Costa destaca a importância de atividades para além da sala de aula. Foto: Luisi Marques/JC360

Com apenas 20 anos, a estudante de Direito da Unit Lavínya Almeida já possui muita vivência na pesquisa que a colocam na frente de muitos colegas universitários. Ela relata que os artigos e projetos para iniciação científica chegaram em sua vida desde o primeiro período por influência de professores do centro universitário, que promovem grupos de pesquisas para incentivar alunos a seguirem a carreira acadêmica e a se aprofundarem ainda mais nos conhecimentos de maior afinidade. 

“As disciplinas do curso na Unit incentivam muito a pesquisa. Ao longo da graduação, a gente tem várias cadeiras práticas nesse sentido. Desde o primeiro período eu já estou nessa e já consegui formar duas linhas de pesquisa, uma baseada no papel da mulher na política e outra sobre corrupção e nepotismo”, conta Lavínya, que atualmente está no 5º período de Direito. 

Unit Programa de Pesquisa e Extensão
A estudante de Direito, Lavínya Almeida, teve sua primeira experiência internacional por meio da pesquisa ao se apresentar no  32º Congresso Internacional Alas Peru. Foto: Luisi Marques/JC360

Agregando conhecimentos

Os projetos de iniciação científica e os artigos produzidos por Lavínya e mais duas outras estudantes do Programa de Pesquisa da Unit tiveram bons resultados que renderam a elas e a sua orientadora Cármen Chaves uma ótima repercussão internacional. A aluna de Direito da Unit Maria Eduarda Cavalcante, 21 anos, também iniciou precocemente seu desenvolvimento na pesquisa por incentivos de professores e com seu projeto, cujo tema é Mulher no Cárcere no Brasil, participou do 32º Congresso Internacional Alas Peru, na cidade de Lima, no ano passado.

“Foi uma experiência surreal porque nunca tinha viajado sozinha para o exterior. Ainda mais para apresentar um trabalho em que a maioria das pessoas era de doutorado, PDH.  Apesar disso, eu me senti à vontade porque eu imaginei que estava me apresentando em um congresso da faculdade. Isso me fez me sentir em casa”, relata sua experiência.

Unit Programa de Pesquisa e Extensão
Para coordenadora, o desenvolvimento dos estudantes tem impacto fora da Unit com aprovações em pós-graduações. Foto: Luisi Marques/JC360 

O sucesso do Programa de Pesquisa e Extensão da Unit tem sido tão bom que a coordenadora Rizete comemora também a aprovação de estudantes do centro universitário em diversos mestrados e especializações nas mais variadas universidades do Brasil e até mesmo do mundo. “A gente tem hoje aprovação de alunos nossos da área da saúde, como biomedicina e radiologia, nos mestrados da Federal e foram alunos que foram da iniciação científica, que foram de monitoria”, conta. 

“Paralelo ao Programa de Pesquisa e Extensão, temos também a coordenadoria de Relações Internacionais, onde o nosso aluno, através de parcerias que o próprio Grupo Tiradentes, tem acesso a algumas universidades na Europa, nos EUA, na América Latina, no México. Atualmente, temos três alunos de odontologia fazendo intercâmbio no México e eles já foram monitores, já participaram de pesquisa, já participaram de extensão”, finaliza orgulhosa.

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo