Graduação

Boas perspectivas para quem pensa em fazer fotografia, jornalismo ou arquitetura

Publicado em 13/06/2019 , às 10 h23

NE10

As coordenadoras das graduações falam sobre as grades curriculares dos cursos e o mercado de trabalho. / Foto: Reprodução Facebook

As coordenadoras das graduações falam sobre as grades curriculares dos cursos e o mercado de trabalho. Foto: Reprodução Facebook

Embora a crise econômica no país tenha estagnado a demanda de muitas profissões, é possível pensar em inovações e diversificar o segmento de mercado para obter sucesso. É assim que as carreiras de fotografia, jornalismo e arquitetura conseguem prosperar mesmo diante de um cenário difícil. Os cursos são oferecidos pela Universidade Católica de Pernambuco que está com inscrições abertas para o vestibular do meio do ano.

O curso superior tecnológico em Fotografia está organizado em dois anos e é oferecido no turno da noite. O perfil do aluno que entra nesta graduação é bastante heterogêneo: pessoas que buscam a primeira formação ou aqueles que querem o segundo diploma da carreira. Em sala de aula, o conhecimento entre teoria e prática é equilibrado formando profissionais qualificados e atentos às exigências e objetivos da fotografia contemporânea. Estes profissionais estão aptos a trabalhar em diversos segmentos da fotografia, como o fotojornalismo, a fotopublicidade, moda, pesquisas e eventos em geral. No curso, existe ainda a possibilidade de realizar atividades de extensão por meio de projetos sociais que prestam serviço à comunidade.

Já o curso de Jornalismo da Unicap é um dos mais tradicionais do país. Fundado pelo jornalista Luis Beltrão, foi a primeira graduação na área do Norte e Nordeste. São mais de 50 anos formando profissionais que atuam em rádio, jornal, TV, assessorias de comunicação e mídias digitais do país inteiro. A grade curricular conta com 45 disciplinas distribuídas em 4 anos. O curso é oferecido nos turnos da tarde e noite. O projeto experimental corresponde ao trabalho de conclusão de curso que poderá ser desenvolvido em cinco áreas: impresso, rádio, televisão, fotografia e mídias digitais. O aluno poderá escrever, também, uma monografia, se preferir.  Há ainda o incentivo à pesquisa por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) e possibilidade de continuar os estudos no Mestrado em Indústrias Criativas, ligado à área de comunicação.

Para quem se interessa por desenvolvimento de projetos urbanísticos, decoração, construção, o curso indicado é o de Arquitetura e Urbanismo. O projeto pedagógico foi desenvolvido para formar profissionais aptos a atenderem às necessidades práticas e resolução de problemas técnicos, assim como estimular a expressão artístico-cultural. Assim, o curso integra disciplinas do campo das artes, das ciências e da tecnologia. Os conteúdos das disciplinas são desenvolvidos em aulas de ateliê, laboratórios, visitas externas, “workshops” e palestras. Assim como os demais cursos da Unicap, Arquitetura e Urbanismo está voltado para a prática profissional. Os projetos de extensão são prova disso, a exemplo da parceria com o Instituto dos Cegos de PE e os povos indígenas do interior de Pernambuco. Destaque também para a internacionalização do curso, que tem parceria com instituições da Bélgica e França.

Se você se interessou por um desses cursos, confira a entrevistas com as coordenadoras das graduações e tire suas dúvidas!

 

PALAVRAS-CHAVE: notícias unicap patrocinado jc360

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo