EDUCAÇÃO

Olimpíadas do conhecimento são ótimo incentivo no aprendizado e desenvolvimento escolar

Publicado em 16/10/2018 , às 18 h30

JC 360 NE10

Para participar das olimpíadas, o estudante precisa contar com reforço no ensino da disciplina da competição / Foto: Colégio GGE/ Divulgação

Para participar das olimpíadas, o estudante precisa contar com reforço no ensino da disciplina da competição Foto: Colégio GGE/ Divulgação

Uma das muitas maneiras de fazer com que crianças e adolescentes aprendam mais e melhor o conteúdo visto em sala de aula são as chamadas olimpíadas científicas ou olimpíadas do conhecimento. Neste tipo de competição, estudantes do ensino fundamental e médio disputam, como representantes de suas escolas, quem domina mais os temas ligados a disciplinas como história, física, matemática e química.

Esse tipo de atividade é extremamente importante porque faz com que o aluno desenvolva a velocidade de raciocínio e esteja em contato com conteúdos importantes para o futuro acadêmico. “O aluno medalhista em uma olimpíada de conhecimentos acaba tendo facilidade geral com as disciplinas e, por isso, muito provavelmente terá ótimo desempenho no Enem e em outros vestibulares, por exemplo”, explica Jorge William, sócio-diretor do Colégio GGE.

Ele conta que a participação e premiação em eventos como a Olimpíada Brasileira de Química (OBQ) e a Olimpíada Brasileira de Física (OBF) funcionam também como um “passaporte” no currículo caso o aluno caso queira cursar universidade no exterior, já que as instituições mais conceituadas veem com bons olhos os alunos que participam de olimpíadas e demais atividades extracurriculares.

Preparação exige foco e reforço

Para participar das olimpíadas, o estudante precisa contar com reforço no ensino da disciplina da competição. Se o objetivo for concorrer a uma disputa de matemática, por exemplo, ele precisará dedicar aos assuntos relacionados à área algumas horas semanais a mais do que as já previstas no currículo regular. Neste processo, o apoio da escola e dos pais é muito importante, já que o jovem precisará focar bem o seu objetivo. Incentivo, ajuda na organização do plano de estudo e elogios pela dedicação do estudante são muito bem-vindos.

“Professores experientes fazem toda a diferença. Sempre converso com os pais no início do ano letivo, para que entendam o processo, destacando as vantagens da atividade para a vida escolar do filho, abrindo possibilidades até para uma carreira internacional”, complementa Jorge William.

E assim como para os grandes atletas, a rede de suporte para o estudante pode incluir ainda o auxílio de um psicólogo O profissional pode auxiliar na organização da rotina diária e dar o suporte emocional necessário ao longo da preparação para a disputa.

 

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo