Empreendedor

Aos 7 anos, garoto comanda uma empresa de reciclagem nos EUA

Publicado em 10/03/2017 , às 03 h26

NE10

O pequeno Ryan é apaixonado por reciclagem e deseja salvar os animais marinhos do lixo despejado no mar / Foto: divulgação

O pequeno Ryan é apaixonado por reciclagem e deseja salvar os animais marinhos do lixo despejado no mar Foto: divulgação

Já imaginou uma criança comandando um negócio próprio? Pois saiba que o caso de um garoto de 7 anos nos EUA, à frente de uma empresa de reciclagem, mostra que nunca é cedo demais para começar um negócio. O pequeno Ryan Hickman decidiu o que queria fazer da vida incrivelmente aos 3 anos de meio, quando visitou um centro de reciclagem na Califórnia e disse ao pai que adoraria trabalhar com aquilo.

"Meu novo negócio! Vou pegar todas as latas e garrafas de todos na vizinhança”, disse o garoto na época. Hoje, na idade “madura” de 7 anos, ele é o CEO, gerente e funcionário da Ryan's Recycling Company. Conta com 50 clientes e mais de 200 mil garrafas e latas em seu crédito de reciclagem.

Embora Ryan diz que não se lembra o que fez tudo começar (já faz mais da metade da vida dele quando tudo começou), o garoto continua apaixonado sobre a razão. "É porque as garrafas chegam ao oceano e os animais ficam doentes e morrem", afirmou à rede americana CNN.

De acordo com o pai, Damion Hickman, Ryan guardou mais de US$ 11 mil dólares. O dinheiro está indo para uma conta da faculdade, quando ele fizer 18 e decidir o que quer fazer com o valor, embora Ryan diga que queira comprar um caminhão de lixo e eventualmente tornar-se um gari.

Confira fotos de Ryan em seu trabalho de reciclagem:

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Conheça Ryan. garoto de 7 anos que dirige empresa de reciclagem

Ryan com o pai, Damion, que afirma que o dinheiro conquistado com reciclagem será usado quando o filho tiver 18 anos
Crédito: Divulgação

Conheça Ryan. garoto de 7 anos que dirige empresa de reciclagem

O garoto decidiu aos três anos e meio que queria trabalhar com reciclagem
Crédito: Divulgação

Conheça Ryan. garoto de 7 anos que dirige empresa de reciclagem

Na escola, ele convida os amiguinhos para ajudar no processo de reciclagem
Crédito: Divulgação

Conheça Ryan. garoto de 7 anos que dirige empresa de reciclagem

Ele também vende camisetas com a marca da empresa e já arrecadou bastante dinheiro
Crédito: Divulgação

Conheça Ryan. garoto de 7 anos que dirige empresa de reciclagem

Ele planeja comprar um caminhão de lixo para trabalhar eventualmente como gari
Crédito: Divulgação

Um dos lugares favoritos de Ryan é o Centro de Mamíferos Marinhos do Pacífico, ao qual ele doa tudo o que arrecada com a venda das camisetas da sua marca - mais de US$ 3.700 dólares até agora. "Eu gosto de ir lá e olhar para leões marinhos, e o dinheiro que nós doamos para eles lhes dá remédios e comida", conta o menino.

Quatro anos após a criação do empreendimento, os vizinhos se acostumaram com o garotinho que vai de casa em casa pedir seus materiais recicláveis, e os mais entusiastas até mesmo deixam os sacos de lixo na porta da casa dos Hickmans.

Na escola, a atividade favorita de Ryan é ajudar o zelador, Sr. José, a separar o lixo.

"Quero vê-lo com amigos, mas só a reciclagem o faz feliz. Ele realmente recrutou seus amigos agora: é Ryan e cinco de seus amigos ajudando o Sr. José", contou o pai.

Apesar da efusão de apoio e gratidão, o pai permanece cauteloso. "Eu tento desencorajar doações diretas, não quero que as pessoas pensem que estamos tentando ganhar dinheiro com nosso filho", diz ele. "Nós certamente apreciamos isso e eu percebo que isso faz as pessoas se sentirem bem, 99% dos comentários dizem como é inspirador, mas uma fração dos comentários dizem que ‘a criança é uma ferramenta de marketing para um negócio do pai e da mãe’ e nós tentamos não lê-los. Eu comecei a digitar uma resposta uma vez e parei. Sinto que não vale a pena”, finalizou o pai da criança.

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo