AO VIVO
Acompanhe Ceará x Santa Cruz pela Copa do Nordeste

Imagens apagadas

Caso Beatriz: homem é flagrado danificando cartazes com foto de suspeito

Publicado em 27/12/2018 , às 14 h28

NE10 Interior

Homem não identificado pinta cartazes com foto de Allinson / Foto: reprodução de vídeo

Homem não identificado pinta cartazes com foto de Allinson Foto: reprodução de vídeo

Um homem foi flagrado por câmeras de videomonitoramento danificando cartazes com a foto de Allinson Henrique de Carvalho Cunha que estão espalhadas pelas ruas de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O mandado de prisão contra Allinson foi expedido, mas ele ainda não foi encontrado.

Ex-prestador de serviços do colégio Maria Auxiliadora, Allinson é suspeito de ter apagado as imagens das câmeras de segurança da instituição de ensino onde Beatriz Angélica Mota, de 7 anos, foi assassinada há três anos. Até hoje o crime não foi solucionado. O homem que aparece nas imagens ainda não foi identificado.

Quem tiver qualquer informação que possa levar a Allinson, pode entrar em contato através do número (81) 9.8650.1229, que também é WhatsApp. O anonimato é garantido. O caso continua sob investigação.

Beatriz Mota, de 7 anos, foi assassinada há três anos; até hoje não houve solução

Beatriz Mota, de 7 anos, foi assassinada há três anos; até hoje não houve soluçãoFoto: arquivo pessoal

O advogado que representa o colégio, Clailson Ribeiro, disse em entrevista à Rádio Jornal Petrolina que o ex-prestador de serviços entregou os HDs após a solicitação da polícia. Segundo o advogado, apesar de a entrega ter sido realizada em 4 de janeiro de 2016, foi em 13 de dezembro daquele ano que a polícia informou que as imagens tinham sido perdidas. Ele relatou ainda que a escola custeou o valor para a recuperação das imagens por parte de uma empresa de tecnologia.

Relembre o caso

Beatriz Mota, então com 7 anos, foi assassinada com 42 facadas no dia 10 de dezembro de 2015, dentro de uma sala desativada no colégio particular em que estudava. A festa de formatura da irmã mais velha da criança era realizada na instituição de ensino e havia várias pessoas no colégio. Em um dado momento, a menina afastou-se dos pais para beber água e não voltou mais. O corpo foi encontrado cerca de 30 minutos depois.

PALAVRAS-CHAVE: petrolina sertão interior

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo