Fiscalização

Áreas de desmatamento e produção ilegal de carvão encontradas no Sertão

Publicado em 09/08/2018 , às 11 h09

NE10 Interior

Fiscalização encontrou maiores fornos do Estado / Foto: divulgação/FPI

Fiscalização encontrou maiores fornos do Estado Foto: divulgação/FPI

Uma fiscalização realizada esta semana identificou três grandes fornos de carvão no município de Tuparetama, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a equipe de flora do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI-PE), são os maiores fornos já achados no Estado, que tinham a capacidade de produzir, semanalmente, 480 sacas do produto por fornada.

O responsável pelos fornos foi autuado com penalidade de multa. O proprietário não estava presente no momento da fiscalização, mas foi qualificado e receberá sanções. Uma área de desmatamento estimada em 44,2 hectares foi identificada no local. Além disto, um fuzil e um riffle tipo escopeta sem registros foram encontrados e apreendidos, assim como 38 metros de lenha.

A ação tem como objetivo promover o uso sustentável da caatinga e coibir as práticas ilegais relacionadas à extração de madeira. Diversas atividades em desacordo com a legislação e sem a autorização dos órgãos competentes foram atestadas na região.

Desmatamento também foi identificado

Desmatamento também foi identificadoFoto: divulgação/FPI

Na cidade de Iguaraci, outros nove fornos de produção ilegal de carvão foram destruídos. Em Carnaíba, uma indústria de produção de cimento que estava funcionando sem licença para operação foi identificada. A empresa foi multada e teve as atividades suspensas.

Doação

Cento e cinquenta e oito sacas de carvão apreendidas foram doadas à Prefeitura de Afogados da Ingazeira, único município fiscalizado na região que dispõe de equipamentos públicos licenciados para receber esse material, o Matadouro Público e a Cozinha Comunitária.

PALAVRAS-CHAVE: sertão interior tuparetama

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Fechar vídeo