Saída temporária

Polícia encontra armas e munições com detentos do CRA em Lajedo

Publicado em 14/03/2019 , às 07 h58

NE10 Interior

Material apreendido foi levado para a Delegacia de Lajedo / Foto: divulgação/Polícia Militar

Material apreendido foi levado para a Delegacia de Lajedo Foto: divulgação/Polícia Militar

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil e a Polícia Militar recapturou três detentos do Centro de Ressocialização do Agreste (CRA), em Canhotinho, no Agreste de Pernambuco, que tinham sido beneficiados com uma saída temporária. Eles estavam com outros dois presidiários em uma caminhonete na cidade de Lajedo, também no Agreste.

De acordo com a polícia, o veículo foi ao CRA e depois saiu com direção a Lajedo. Quando os policiais abordaram a caminhonete no centro da cidade, os cinco ocupantes do veículo saíram, todos armados, e dispararam contra os policiais. Houve troca de tiros e três deles foram presos; dois conseguiram fugir.

Os presos são Romário Ferreira Ramos, 24 anos, Wellington da Silva, 21 e Jucimário José dos Santos, 33. Os três respondem a vários crimes. Os que conseguiram fugir foram identificados como Wallace Everton Lemos da Silva, 22, e José Evandro da Silva, 28.

Dentro do carro, a polícia encontrou duas pistolas (uma calibre 9 mm e outra calibre 380), uma espingarda calibre 12, quatro coletes a prova de balas, dois carregadores das pistolas, 104 munições calibre 9 mm, 32 munições calibre 12, 16 munições calibre 380 e duas cápsulas deflagradas de munições calibre 38.

O trio preso foi autuado por receptação de veículo roubado, porte ilegal de arma de fogo compartilhado de calibre restrito e formação de quadrilha. À polícia, eles disseram que a intenção era de cometer um homicídio contra outro detento do CRA. Eles serão apresentados em audiência de custódia no Fórum de Garanhuns na manhã desta quinta-feira (14). O caso será investigado. 

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo