FAKE NEWS

Estudo aponta que idosos são mais propensos a compartilhar fake news

Publicado em 11/01/2019 , às 08 h09

Rádio Jornal

 / Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

Um estudo realizado por pesquisadores das universidades de Nova York e Princeton, nos Estados Unidos, revelou que idosos com mais de 65 anos são os mais propensos a compartilhar notícias falsas nas redes sociais do que as outras faixas etárias.

Mais de 3,5 mil americanos participaram da pesquisa e permitiram que um aplicativo examinasse suas publicações no Facebook. O resultado foi publicado na revista Science Advances e mostrou as pessoas com mais de 65 anos chegavam a compartilhar quase sete vezes mais notícias falsas que os mais jovens.
Outro grupo

O estudo também apurou que além dos idosos, o grupo de conservadores também costumava compartilhar fake News. Contudo, os autores afirmaram que o posicionamento político não foi um fator relevante para isso quanto a idade.

A pesquisa foi feita apenas com os perfis públicos do Facebook. O Messenger e o Whatsapp não foram levados em consideração.

Via Rádio Jornal

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo