Preservação ambiental

Crime Ambiental: árvores do Horto Florestal de Limoeiro são cortadas

Publicado em 14/03/2019 , às 10 h33

Alfredo Neto Rádio Jornal Limoeiro

Três árvores centenárias tinham aproximadamente 15 metros / Foto: Rádio Jornal Limoeiro

Três árvores centenárias tinham aproximadamente 15 metros Foto: Rádio Jornal Limoeiro

A derrubada de três árvores centenárias no Horto Florestal de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, na tarde dessa terça-feira (12), está provocando questionamentos na cidade. Sobre o assunto, ainda não há respostas. As árvores tinham aproximadamente 15 metros e, ao lado de outras, formam uma área de preservação do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (IBAMA). Atualmente, a área é cedida ao município de Limoeiro.

Pelas características dos cortes, os autores do crime ambiental utilizaram motosserra. Em contato com a nossa reportagem, o vereador Luís Antônio (PTB) disse que uma denúncia será registrada no IBAMA. Ele esteve no Horto e afirmou que pedirá a punição dos culpados, além de classificar a derrubada das árvores como “arbitrariedade e crime ambiental”. O petebista também disparou que a cidade está sem comando.

Nas redes sociais, o presidente da Sociedade de Apoio ao Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (AMATUR), Ricardo Rodrigues, classificou o fato de inconsequente. “Num ato totalmente inconsequente e sem prestar os devidos esclarecimentos, foi feita a derrubada de algumas árvores no horto florestal na tarde desta terça-feira. Enquanto biólogo e militante na causa ambiental, me entristeço e me revolto com tal ato. Que possamos cobrar da gestão municipal todas as explicações para esta ação agressiva, apurar e punir os verdadeiros culpados”, postou Rodrigues.

Em resposta ao contato da nossa reportagem, a gerente de Meio Ambiente da Prefeitura de Limoeiro, Rosângela Costa, disse que desconhece o autor do corte das árvores e nem sabe o motivo. “O que aconteceu no Horto florestal foi um crime, um ato inconsequente, que me pegou, nos pegou de surpresa. A palavra é indignação. Esse ato abominável será apurado pelos órgãos competentes e quem fez responderá legalmente aos órgãos competentes”, garantiu Rosângela.

“Essa ordem não partiu de nem um membro dessa gestão. O prefeito está em Brasília e logo que ficou sabendo pediu que todas as providências fossem tomadas e esse crime esclarecido. É o que posso te afirmar no momento”, pontuou. “Uma das primeiras ações por mim a ser desenvolvida é plantio de árvores e nunca derrubá-las. Fui uma das que foram para as ruas quando há um tempo atrás quiseram derrubar as árvores da avenida. Jamais se deve compactuar com uma monstruosidade dessa que foi feita hoje”, finalizou a responsável pela pasta.

PALAVRAS-CHAVE: agreste limoeiro interior

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo