Transporte coletivo

Segue disputa judicial sobre licitação de ônibus em Caruaru

Publicado em 09/10/2018 , às 15 h49

NE10 Interior

Empresa Bahia pede que licitação seja anulada / Foto: Reprodução / TV Jornal

Empresa Bahia pede que licitação seja anulada Foto: Reprodução / TV Jornal

Já está no Tribunal de Justiça de Pernambuco para análise dos desembargadores a manifestação assinada pelo promotor Marcus Tieppo, da 2ª Promotoria de Defesa da Cidadania de Caruaru, no último dia 24 de setembro. O parecer do Ministério Público de Pernambuco foi favorável a um requerimento de efeito suspensivo proposto pela empresa de ônibus Bahia em novembro. Como a Justiça não se manifestou, a empresa requereu a intervenção da promotoria. A ação pede que o tribunal anule a licitação e contratos com as três empresas Tabosa, Coletivo e Capital do Agreste.

Veja na reportagem do "Povo na TV", da TV Jornal Interior:

Por meio de nota, a autarquia municipal de trânsito (Destra) informou que só vai se pronunciar quando for notificada.

PALAVRAS-CHAVE: agreste licitação interior

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Fechar vídeo