Tragédia

Quatro pessoas da mesma família morrem após correnteza arrastar carro em Jataúba

Publicado em 16/04/2018 , às 08 h00

NE10 Interior

O grupo estava no interior de um veículo, quando ao passarem por um trecho que desaguava em um rio a intensidade das águas acabou arrastando o automóvel por vários quilômetros. / Foto: reprodução/TV Jornal

O grupo estava no interior de um veículo, quando ao passarem por um trecho que desaguava em um rio a intensidade das águas acabou arrastando o automóvel por vários quilômetros. Foto: reprodução/TV Jornal

Na noite do sábado (14), no município de Jataúba, no Agreste de Pernambuco, quatro pessoas acabaram morrendo afogadas após serem arrastadas pela força da correnteza durante as fortes chuvas.

O grupo estava no interior de um veículo, quando ao passarem por um trecho conhecido como Imburana que desaguava em um rio a intensidade das águas acabou arrastando o automóvel por vários quilômetros. Diante do ocorrido o motorista ainda conseguiu saltar, porém o restante das pessoas não conseguiram.

Dentre as vítimas estavam Luiz Carlos Ferreira de Araújo, a companheira Marlene Maria dos Santos, de 49 anos, o filho dela Anderson Antônio dos Santos Lemos, de 23 anos e a esposa dele Clévia Maria Queiroz, de 19 anos e filha do casal Ana Clara da Silva Lemos, que estava com sete meses. O Corpo de Bombeiros tentou resgatar o grupo com vida juntamente com populares, porém sem sucesso. Os mesmos seriam residentes em Santa Cruz do Capibaribe.

Os corpos foram encaminhados dos Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, também no Agreste, e já foram liberados. As vítimas estão sendo veladas no Clube Ipiranga, em Santa Cruz do Capibaribe.

Veja na reportagem exibida no "TV Jornal Manhã", da TV Jornal Interior:

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Fechar vídeo