Angústia

Familiares sofrem com a demora da liberação de corpos no IML de Caruaru

Publicado em 16/04/2018 , às 14 h45

NE10 Interior

Alta demanda de corpos seria o problema que estaria gerando a demora.   / Foto: reprodução/TV Jornal

Alta demanda de corpos seria o problema que estaria gerando a demora. Foto: reprodução/TV Jornal

Do domingo (15) para esta segunda-feira (17), passaram 28 corpos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Com uma quadro restrito de funcionários os familiares dos mortos tiveram que esperar um tempo maior para a liberação dos entes queridos.

Os pais de dois jovens que morreram ontem em uma colisão de motos, durante uma corrida clandestina no campo de aviação em Belo Jardim, ainda esperam pela liberação. Quando chegaram na noite deste domingo, 18 corpos estavam na frente.

A espera gerou a angustia de muitos familiares que aguardavam a liberação e os demais que ainda esperam a chegada dos entes queridos em suas cidades. Além da dor da perda, a demora representa menos tempo para o velório.

Veja na reportagem exibida no "Por Dentro", da TV Jornal Interior:

PALAVRAS-CHAVE: iml agreste caruaru interior

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Fechar vídeo