Denúncia

Cadela morre eletrocutada na orla de Olinda

Publicado em 30/08/2015 , às 15 h15

Do NE10

Acidente aconteceu quando tio da dona da cadela passeava com o animal na orla de Olinda / Foto: Reprodução/Facebook

Acidente aconteceu quando tio da dona da cadela passeava com o animal na orla de Olinda Foto: Reprodução/Facebook

Uma cadela da raça pastor alemão morreu eletrocutada na noite da última sexta-feira (28) na orla do Bairro Novo, em Olinda, Grande Recife. Era por volta das 18h quando o tio da estudante Júlia Neves, 15 anos, estava passeando com o animal e o acidente aconteceu. "Meu tio estava andando com ela no calçadão, quando ela pisou em uma poça de água próximo ao poste e começou a sofrer a descarga, tentamos buscar ajuda mas não deu tempo", afirmou Júlia, dona de "Rebeca".

Veterinário ainda foi chamado ao local, mas quando chegou, a cadela já estava morta

Veterinário ainda foi chamado ao local, mas quando chegou, a cadela já estava morta Foto: Reprodução/Facebook

Segundo Júlia, o veterinário da cadela ainda foi ao local mas quando chegou, o animal - que tinha oito anos e morava desde que nasceu com a estudante - já estava morto. "As pessoas que tentaram tocar nela [para tentar ajudar] também receberam o choque, com menos intensidade", explicou a jovem.

Em sua página no Facebook, Júlia publicou fotos de quando a cadela estava sendo retirada do local. "Na minha família os animais fazem parte da casa como qualquer outra pessoa, sendo assim insuportável a dor que estamos sentindo com a perda da nossa princesa que era tão linda e carinhosa", escreveu. A publicação recebeu mais de 4 mil curtidas e 2,5 mil compartilhamentos.

Na rede social, ela também denunciou a situação, lembrando que a população não se sente segura no local. "Mais uma vez nós moradores de Olinda sofremos as conseqüências da incompetência de gestão da prefeitura juntamente com a celpe, que não tem o mínimo zelo pelo bem estar e segurança da população" (sic), completou. A família da estudante pretende processar os órgãos responsáveis.

A reportagem do NE10 entrou em contato com a Celpe, que alegou que a instalação e manutenção de postes ornamentais em praças, pontes, orlas e canteiros centrais são responsabilidade exclusiva da prefeitura.

Segundo o secretário de Serviços Públicos de Olinda, Manoel Sátiro, o problema foi um vazamento de corrente, provocado pelo esquentamento da rede elétrica. "São 26 mil postes em toda a cidade e este foi o primeiro caso [de morte por choque elétrico]. Foi uma fatalidade, infelizmente a cadela faleceu", afirmou.

De acordo com o secretário, o isolamento do poste foi refeito nesse sábado (29), e uma inspeção, realizada em todos os outros postes de ferro da orla. Segundo ele, não foi detectado nenhum outro problema nos demais postes.

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo