Delegacia

Após supostos arrastões, 12 foram detidos no Bairro do Recife nesse domingo

Publicado em 12/01/2015, às 12h48 | Atualizado em 12/01/2015, às 13h39

Do NE10

Internautas que estiveram no local durante a noite disseram na página do NE10 no Facebook que houve registros de tiros, e as pessoas ficaram assustadas / Foto: Reprodução TV Jornal

Internautas que estiveram no local durante a noite disseram na página do NE10 no Facebook que houve registros de tiros, e as pessoas ficaram assustadas Foto: Reprodução TV Jornal


Doze pessoas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia nesse domingo (11), após tumultos no Bairro do Recife, na área central da capital pernambucana. De acordo com o Capitão Ermógenes, da assessoria de imprensa da Polícia Militar, 30 pessoas foram apreendidas após um princípio de arrastão. "A PM agiu em repressão e após triagem, 12 foram levadas para a DP", explicou.

Internautas que estiveram no local durante a noite disseram na página do NE10 no Facebook que houve registros de tiros, e as pessoas ficaram assustadas. "Não teve arrastão... Foi a polícia, deu tiros para cima e fez todo mundo correr!", escreveu Karine Rocha. 

"Estava do lado das brigas. Vi tudo e ouvi os tiros. Terrível", disse Fernanda Durão. "Venda de drogas nas proximidades da Rua da Moeda, briga de facções de bairros, policia despreparada. Um sentimento de medo e insegurança", resumiu Andrey Chalegre.

Segundo o capitão Ermógenes, realmente houve disparo de arma de fogo, mas ainda não se sabe de onde partiu. "Ainda não sabemos se foi da PM, de alguma empresa de segurança, de manifestantes, transeuntes. Está sendo apurado", afirmou.

Em matéria publicada nesse domingo, a Prefeitura do Recife informa ao Jornal do Commercio que está avaliando o policiamento no local, que é feito nos finais de semana por 60 PMs, sendo 20 do Batalhão de Choque, 20 do Regimento de Policiamento Montado e 20 de outras unidades.

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.


Vitrine NE10
Fechar vídeo