Doses de Foco

É tempo de não perder tempo

Publicado em 18/12/2017, às 15h33 | Atualizado em 24/12/2017, às 15h21

Por Danielle Maciel Brandão

Muita gente tem esquecido que o sucesso do próximo ano vai depender das condições criadas ainda neste ano e ele ainda não acabou… / Foto: Pixabay

Muita gente tem esquecido que o sucesso do próximo ano vai depender das condições criadas ainda neste ano e ele ainda não acabou… Foto: Pixabay

"É tempo de não perder tempo". Esse é o tema da campanha da Rede Tambaú de Comunicação – RTC parceira do SJCC, achei tão oportuno e criativo. Estive em João Pessoa para o Lançamento do Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar GPTW na Paraíba, uma parceria da RTC, ABRH PB e Great Place to Work – GPTW, esse projeto é um dos focos da nova e marcante fase da comunicação da Paraíba, orquestrado pelo André Vajas, Superintendente da RTC que destaca a importância do momento: “Não existe nada melhor para fomentar a Gestão de Pessoas no Estado, pois foi dada a largada da Coopetição.” Esse é um projeto que tem tudo a ver com o que estou propondo a falar: CICLOS! Viva a esse ciclo que se inicia, estamos aumentando o alcance de ações virtuosas e rentáveis para construir uma sociedade melhor. Pernambuco saiu na frente, no próximo ano será 8ª edição do Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar em Pernambuco.

Se pensar que só tem 13 dias para o próximo ano, aí sim “É Tempo de não perder tempo” faz sentido. Não sei vocês, mas a minha sensação é que o tempo passou voando. Na coluna anterior falei sobre planejar, como estabelecer metas, objetivos e sonhos. Mas tenho notado que muitos têm esquecido que o sucesso do próximo ano vai depender das condições criadas ainda neste ano e ele ainda não acabou…

Resiliência como consequência

Quando se entende que o ano atual é um ciclo de muitos outros ciclos que acontecem na vida, e considera tudo como movimento que teve início, meio e fim, ou simplesmente só teve início, a força interna passa a ser ativada, e a resiliência surge como consequência, mas afinal o que é Resiliência? É a capacidade que indivíduo tem de lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas – choque, estresse e tudo isso sem sair do eixo emocional. O que a resiliência tem a ver com ciclos?  Quando se enxerga tudo como movimento, é preciso ter mais flexibilidade e poder de adaptação para gerir mudanças o tempo todo. Será que é importante desenvolver essa capacidade? Que ciclos foram abertos neste ano? Como se sente em relação à eles? Como se dimensionou para iniciá-los? O que tem aprendido com esses ciclos?

Que ciclos deverão ser encerrados? Automaticamente vem outra questão: o que se perde quando não se encerra os ciclos? Energia!  Como tem sido sua gestão de energia? Tem perdido em coisas que não te trazem resultado? E tem negligenciado o que de fato vai trazer o atingimento de metas e objetivos? De acordo, com Marcos Wunderlich, “Os ciclos constituem a processualidade, aquilo que está mudando o tempo todo, vive-se muitos ciclos simultâneos, uns longos, outros curtos e/ou médios. Ao mesmo tempo em que é preciso do processual, busca-se a unidade. Segundo David Allen, do livro A Arte de Fazer Acontecer, quando não se dá destino às informações recebidas, tudo vira tralha mental, impedindo assim a nossa energia de fluir, criar, inovar, pois a sensação de ser devedor não libera espaço para o novo acontecer.

Logo, é tão importante refletir sobre que ciclos em sua vida precisam ser reformulados? Que ciclos precisam ser fechados ou até mesmo explodidos?

Quanto mais essa análise for detalhada e sincera, menos sofrimento nas horas das reformulações e explosões. Segundo Rudolf Steiner (1861-1925), filósofo austríaco e fundador da Antroposofia, formulou a teoria dos setênios, que de forma muito resumida quer dizer que o indivíduo muda de fase a cada sete anos, então fica ade olho se começar a ter uma vontade súbita de jogar tudo para o alto. E de verdade olha teus ciclos. Com esse olhar atento e ações devidas para criar fluidez nos ciclos, aí sim estará pronto para pensar em começar um 2018. Afinal aprendeu com os ciclos, compreendeu aonde os movimentos o levaram e quais movimentos o farão ter um novo ciclo com mais poder de Ação. Batalhe por sua meta, pelos seus objetivos, encerre um contrato que tem te trazido danos, finalize um relacionamento que você tem empurrado com a barriga, corra atrás dos seus sonhos, peça desculpas a quem feriu, termine uma falsa. amizade, não adie o feedback para os eu colaboradores, aproveite fale de suas expectativas para 2018 e escute o que eles esperam de você, dê uma chance ao novo, enfim é tempo de não tempo.

OBS: Mais informações para inscrição de sua empresa no Prêmio Melhores Empresas para trabalhar do GPTW, entra no site: www.gptw.com.br

*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

PALAVRAS-CHAVE: tempo notícias doses de foco

Doses de Foco Danielle Maciel Brandão É Diretora Executiva do GPTW PE/AL, coach Executiva e de Carreira, professora MBA em Gestão de Pessoas e Negócios , consultora em Gestão de Pessoas e mestre em Geociências pela UFPE em 2001. dani.maciel@greatplacetowork.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Fechar vídeo