Campina Grande

Bolsonaro defende ditadura e porte de arma durante carreata na Paraíba

Publicado em 08/02/2017 , às 20 h36

NE10

A justificativa de Bolsonaro foi declarada em um vídeo postado em sua página no Facebook nesta quarta / Foto: Agência Brasil

A justificativa de Bolsonaro foi declarada em um vídeo postado em sua página no Facebook nesta quarta Foto: Agência Brasil

  "Não queremos ditadura não. Nós queremos é liberdade, como tinha no período militar. De 1964 a 1985 você tinha liberdade, segurança, respeito", defendeu o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), nesta quarta-feira (8), enquanto cumpria agenda, em Campina Grande, interior da Paraíba, visando a campanha presidencial em 2018. A justificativa foi declarada em um vídeo postado em sua página no Facebook.

"Por que você não pode ter uma arma dentro de casa? É projeto de poder!", questionou o parlamentar sobre a violência no País e em referência à ditadura militar. Com a viagem à Paraíba, Bolsonaro perdeu uma sessão em Brasília nesta quarta-feira. Com isso, ele terá o salário descontado, como mesmo destacou. "Mas vale a pena", acredita.

Veja declaração:



Bolsonaro perde eleição na Câmara

Com candidatura confirmada em cima da hora, o deputado foi o menos votado entre os seis parlamentares que concorreram à presidência da Câmara no último dia 2. O parlamentar obteve apenas quatro votos na eleição, ficando até mesmo atrás dos votos em branco: cinco ao todo. Na ocasião, Rodrigo Maia foi reeleito por mais dois anos como presidente da Casa.

PALAVRAS-CHAVE: política bolsonaro notícias

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

  • De: Siqueira- 09/02/2017 23:30 #Bolsonaro2018
  • De: Leandro- 09/02/2017 14:59 Estão promovendo ele.....otários kkkkkkk#bolsonaro2018
  • De: James- 09/02/2017 09:06 A mídia adora sensacionalismo para atacar os políticos conservadores. Ditadura é o que acontece na Coréia do Norte, em Cuba, na China. No Regime militar, a violências e os assaltos, eram 100 vezes menor do que ocorre hoje, onde o povo vive traumatizado e com medos nas ruas e nos coletivos. O povo foi enganado e o governo desarmou gente de bem, enquanto os bandidos ficam por aí armados e ameaçando o trabalhador e pai e mãe de família. O pânico toma conta das ruas, assim como o inferno que os capixabas passam. Chega disso! 2018 queremos Bolsonaro! Chega de político vendido por influências!

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo