NE10

Espanha

Cunhado de rei da Espanha é condenado por improbidade administrativa

Publicado em 17/02/2017 , às 09 h06

AFP

Os juízes, em compensação consideraram Urdangarín culpado por ter feito malversação, junto com seu ex-sócio. / Foto: QUIQUE GARCIA / AFP

Os juízes, em compensação consideraram Urdangarín culpado por ter feito malversação, junto com seu ex-sócio. Foto: QUIQUE GARCIA / AFP

Cristina de Borbón, irmã do rei da Espanha Felipe VI, foi absolvida nesta sexta-feira (16), mas seu marido, Iñaki Urdangarín, foi condenado a seis anos e três meses de prisão por improbidade administrativa, informou o tribunal. O tribunal de Palma de Mallorca, nas Ilhas Baleares, absolveu a infanta Cristina como cúmplice de fraude fiscal.


Os juízes, em compensação consideraram Urdangarín culpado por ter feito malversação, junto com seu ex-sócio, de milhões de euros públicos entre 2004 e 2006 através de uma fundação presidida por ele.

PALAVRAS-CHAVE: notícias mundo

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo