Atraso

Sem requalificação da BR-101, Governo de Pernambuco gasta R$ 8 milhões para tapar buracos

Publicado em 09/06/2015, às 10h45 | Atualizado em 09/06/2015, às 11h59

Amanda Miranda Do JC Trânsito

Buracos provocam congestionamentos / Foto: Joana Queiroz/Cortesia

Buracos provocam congestionamentos Foto: Joana Queiroz/Cortesia

Pista, acostamentos e sinalização em mau estado de conservação, buracos e tráfego intenso nos dois sentidos. Problemas de drenagem. Recomendação de trafegar com prudência. Essas são as informações fornecidas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) sobre o trecho da BR-101 que vai de Abreu e Lima a Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Ao todo, são 30 km de reclamações diárias de quem passa pela rodovia, que passa por serviços para tapar buracos.

Orçada em R$ 8 milhões, a obra tem previsão de durar dois anos. De acordo com a Secretaria das Cidades, os reparos começaram no último dia 2, em Jardim Paulista, e devem continuar no sentido Norte/Sul. Serão feitas inicialmente a operação tapa-buraco, a limpeza do sistema de drenagem, a capinação e a roçagem da via.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6

Buracos na BR-101


Crédito: Itamar Cassimiro/Comuniq

Buracos na BR-101


Crédito: @rafael_elrp/Twitter

Buracos na BR-101


Crédito: @rafael_elrp/Twitter

Buracos na BR-101


Crédito: @roseane_rocha/Twitter

Buracos na BR-101


Crédito: @laisrilda/Twitter

Buracos na BR-101


Crédito: Itamar Cassimiro/Comuniq



Em nota, o órgão estadual, responsável pela manutenção desse trecho da BR, afirmou que "localizou alguns pontos prioritários, onde há mais risco de acidentes e retração de trânsito" para iniciar o conserto.

A enfermeira Joana Queiroz, 28 anos, enfrenta congestionamentos na rodovia diariamente para ir de casa, no bairro de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, ao trabalho, em Tejipió, no Recife. É uma hora para percorrer aproximadamente 15 quilômetros, a maior parte desse tempo presa nos trechos travados, próximos aos quilômetros 83 e 70, na pista que segue em direção ao Litoral Norte.

Pedestres também são afetados pelos buracos da BR-101

Pedestres também são afetados pelos buracos da BR-101 Foto: Joana Queiroz/Cortesia

Joana reclama que os buracos sempre estiveram na BR-101, mas esse problema tem ficado ainda pior recentemente. "Ontem (essa segunda-feira, 8) fiquei parada 40 minutos (no trecho próximo ao quilômetro 83). Só passava um carro por vez. Pensava que era acidente, mas era só o buraco", afirma. A enfermeira conta que, no ano passado, uma faixa foi recapeada, o que só aumentou o problema. "Até essa está esburacada. Além disso, tem o desnível em relação à outra", aponta.

As crateras no sentido contrário, para o Litoral Sul, foram resolvidas pelos próprios moradores. "Levaram um caminhão com restos de construção, depositaram lá e melhorou." Para ela, por incrível que pareça, esse é o melhor caminho para o trabalho.

REQUALIFICAÇÃO - Os R$ 8 milhões que estão sendo gastos agora para tapar buracos na BR-101 fazem parte de uma medida para reduzir os riscos na rodovia enquanto é aguardado o novo projeto de requalificação. Segundo a Secretaria das Cidades, o plano está sendo revisado pelo Dnit.

Cratera ficou assim há aproximadamente duas semanas

Cratera ficou assim há aproximadamente duas semanas Foto: Joana Queiroz/Cortesia

A requalificação, no entanto, já havia sido licitada em 2013. Deveria estar pronta em 2016, com serviços como a troca das placas de concretos concluídos. Tinha até planos para não comprometer o trânsito durante a Copa do Mundo. O investimento seria de R$ 216 milhões, com R$ 182 milhões de recursos do Dnit e R$ 34 milhões do Governo do Estado.

O problema é que o consórcio vencedor, Mendes Júnior/LiderMac, desistiu do contrato. A empreiteira Mendes Júnior, que também deixou paradas as obras do Corredor Leste-Oeste, está com problemas financeiros desde que foi envolvida nas investigações da Operação Lava Jato, acusada de corrupção. Em março, o governo até tentou convencer a segunda colocada na licitação, a construtora Ferreira Guedes, a assumir o trabalho. Mas não conseguiu.

O secretário André de Paula esperava, em março, iniciar os procedimentos para a licitação em dois meses e a obra para tapar os buracos em um. Tudo atrasou. O contorno urbano da BR-101 no Grande Recife tem mais de 30 anos de construído - foi aberta em pista dupla em 1979, mas a pista simples é de 1966 - e problemas tão profundos que a manutenção já não os resolve. Por dia, entre 36 mil e 58 mil veículos trafegam na BR-101, dependendo do trecho, sendo 20% de caminhões.

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

  • De: claudyney paiva- 26/10/2015 08:17 o conserto paleativo na br101 na decida do bariloxe proximo a ponte e uma vergonha
  • De: Desculpas, desculpas e mais desculpas- 07/08/2015 14:01 Quando teremos desvendado os segredos da caixa preta que envolve as rodovias de PE? Não importa se a rodovia é estadual ou federal sob responsabilidade do estado. Ou são as chuvas, ou é a seca ou são os contratos. Todos os estados nordestinos, alguns mais pobres de que Pernambuco, tem estradas melhores. A PE 15, PE 001 são um lixo e envergonha o cidadão. As BRs que cortam ou margeiam a capital são o que são, a despeito do governo federal já ter repassado a muito tempo os recurso para a requalificação. E os estagiários de Eduardo Campos, infelizmente, não disseram ainda a que vieram. Assim fica difícil conseguir um Hub de logística.
  • De: Daladier Lima- 12/07/2015 07:09 Paulo Câmara, aplica logo os R$ 129 milhões que foram repassados.E, por favor, não me venha com remendos! Você queria ser governador, agora resolve que a criança é tua!
  • De: vanderson- 10/06/2015 06:22 LOGO TODOS VEREMOS A SEQUENCIA DE MENTIRAS VEI- CULADAS NA MIDIA PELO GOV. DO ESTADO. O DNIT,ORGÃO INA- DIPLENTE DO GOVERNO FEDERAL TRABALHA ARDUAMENTE NA COLOCAÇÃO DE ARAPUCAS, EM TODA EXTENSÃO, ENTRE A AV. CAXANGA E IGARASSU, PARA PUNIR COM O RIGOR DA LEI OS JA LESADOS/ROUBADOS CONTRI- BUINTES. OS PALIATIVOS QUE SERÃO REALISADOS NO TRECHO, COM CERTEZA, NÃO DURARÃO 2 ANOS. MUITOS CERTAMENTE FICARÃO RICOS COM LICITAÇÕES FRAUDULENTAS COMO SEMPRE ACONTECE. SE O TEMPO PREVIS- TO PARA À OBRA FOR DE 02 ANOS DEVEMOS ESPERAR POR 10. SE A MIDIA NÃO COBRAR NÃO NOS ADIANTA RECLAMAR.
  • De: Edson - 10/06/2015 01:43 8 milhões para jogar fora , fazer uma operação tapa buraco com piche onde se trafega veículos de grande porte tais como carretas e caminhões carregados que não equivalem somente a 20% mais acredito que 40% pois e uma das principais ligações do Estado , o governo não tem mais de onde tirar tanta incompetência mesmo, IPVA são pagos uma fortuna é ganha pelo estado e o que eles proporcionam para os motorista são essas migalhas , uma esmola para quem trafega todos os dias correndo perigo nessas estrada horrenda, licitação sempre adiada para não fazer os investimento cabíveis a situação, governo de PE junto aos órgãos responsáveis são um câncer para a sociedade.
  • De: valdyr martins- 09/06/2015 21:02 A BR 101 entre Igarassu e Cidade Universitária é uma vergonha, resultado da catástrofe de uma administração pública que tem como objetivo o interesse alheio em detrimento do interesse coletivo. Milhares de pais de família arriscam suas vidas ao transitar em trechos que o risco de acidentes são eminentes, não tendo sido adotada nenhuma atitude para minorara a situação. A degradação da via não notícia recente, desde que se iniciou a duplicação, que o desgaste e descaso aumentaram. É insano acreditar que mais complicado conservar que construir, quem não se lembra dos trechos na Paraíba, sempre bem cuidados e conservados, a demarcação da divisa era os buracos. Gente incompetente e mal intencionados passaram a ocupar cargos ao longo desses anos nos orgãos que administra as estradas de Pernambuco, ao longo desses 12 anos a situação piorou de forma escandalosa. Essas pessoas deveriam está atrás das grades, pelo simples motivo que colocarem milhares de vida em perigo. As pessoas que tiveram parentes que perderam suas vidas em trechos que se encontram nessas condições deveriam ser auxiliadas a mover uma ação contra os diretores da época. Segunda feira tive o desprazer de mais uma vez ficar parado na BR 101 entre Abreu e Lima e a Guabiraba, achei que tivesse ocorrido um acidente de grandes proporções, depois de quase 50 minutos, pasme, era apenas os buraqueira que aumentou, juntamente com alagamento de pequeno trecho. Quase cinco quilômetros de engarrafamento por conta de uma poça de água. Meu Deus que País é Esse!!
  • De: Lukas- 09/06/2015 18:53 Quando vão perceber que tapar buracos não resolve! Com 2 dias tá tudo do mesmo jeito. É necessário reconstruir a rodovia, refazer todo o asfalto/placas, subleito e drenagem além dos acostamentos, pontes e passarelas ou túneis para pedestres, acabando com a palhaçada de numa rodovia colocarem lombadas eletrônicas ou semáforos para pedestre passar.
  • De: Cezar José Ribeiro- 09/06/2015 17:22 Nós Brasileiros estamos ferrados com tantos governantes corruptos em nosso país, onde os serviços básicos estão decadentes.
  • De: MANOEL PAULO- 09/06/2015 17:05 Governador o povo que mora na região metropolitana com certeza vai lembrar, de todos os prejuízos, que a omissão do seu governo, nos vem causando...Esse trecho é de sua responsabilidade e nunca chegou a tal situação!!!!
  • De: Kleber José Selfes de Mendonça- 09/06/2015 14:58 Trafego por esse trecho da BR 101 a mais de 19 anos pois trabalho em uma indústria em Prazeres, e entra governo e sai governo e continua a mesma coisa, total descaso e abandono dos órgãos públicos.Ficam fazendo operação mascara buracos e não resolvem a situação. Aconselho aos nossos gestores públicos que peguem seus veículos particulares e façam esse trajeto para ter noção do quando estamos sofrendo diariamente com essa situação.
  • De: Marcelo Martins- 09/06/2015 14:27 Queria arrumar uns 30 Homens para comigo aumentar os buracos de modo que não passe nenhum veículo. Assim, talvez só assim, fizessem alguma coisa. Enquanto passar um veículo o DNIT/Governo não consertarão. Mas os radares eletrônicos não falham! Ladrões...extorsores!
VEJA MAIS COMENTÁRIOS

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo