Gênesis

Operação investiga grupo que desviou R$ 18 milhões da Prefeitura de Quipapá

Publicado em 14/12/2017 , às 07 h48

NE10 Interior

Grupo criminoso teria desviado recursos da Prefeitura de Quipapá / Foto: divulgação/Polícia Civil

Grupo criminoso teria desviado recursos da Prefeitura de Quipapá Foto: divulgação/Polícia Civil

Quinze mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos na manhã desta quinta-feira (14) dentro da Operação Gênesis, que investiga um grupo criminoso que desviou recursos da Prefeitura de Quipapá, na Zona da Mata Sul de Pernambuco.

Os dados preliminares apontam que a quantia em dinheiro desviada chega a R$ 18 milhões; R$ 3,5 milhões dos quais de recursos federais. Além de Quipapá, estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em Garanhuns, Correntes, Terezinha, Caruaru e Recife.



Participam da operação Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU) e Polícia Civil. A operação conjunta conta com a atuação de 70 policiais civis, 12 integrantes do Grupo de Apoio Especializado ao Combate às Organizações Criminosas do MPPE (Gaeco) e oito servidores da CGU.

Fraudes em licitações

De acordo com as investigações, a organização criminosa seria responsável por fraudes em licitações para contratação de serviços pela Prefeitura de Quipapá. O modus operandi do grupo inclui a atuação coordenada de empresas e agentes públicos para direcionar os processos licitatórios, assegurando que os contratos sejam firmados com empresas fantasmas.


PALAVRAS-CHAVE: zona da mata quipapá interior

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo