Violência

Irmão de adolescente morto em Cupira também foi assassinado

Publicado em 11/08/2017 , às 07 h53

NE10 Interior

Crime aconteceu em frente à escola municipal Pedro Alves de Souza, em Cupira / Foto: reprodução/TV Jornal

Crime aconteceu em frente à escola municipal Pedro Alves de Souza, em Cupira Foto: reprodução/TV Jornal

Um irmão do adolescente de 14 anos que foi assassinado no fim da tarde dessa quinta-feira (10) em frente a uma escola de Cupira, no Agreste de Pernambuco, havia sido morto seis meses antes. A mãe do adolescente de 14 anos passou mal após reconhecer o corpo do filho.

De acordo com o delegado Luiz Bernardo, que atendeu à ocorrência, o rapaz vinha sofrendo ameaças. "Nós vamos apurar, as investigações estão iniciando agora, provavelmente estas linhas de investigação com relação ao irmão ter sido vítima de homicídio e ele já vir sofrendo ameaças serão levantadas para que a gente chegue ao suspeito deste crime", disse.



O crime aconteceu em frente à escola municipal Pedro Alves de Souza, localizada na Avenida Presidente Vargas, em Cupira. Testemunhas disseram que, antes do crime, acontecia um evento em comemoração ao dia do estudante na instituição de ensino. O suspeito do homicídio aguardava o jovem do lado de fora da escola. Além da vítima fatal, outras quatro pessoas foram baleadas: duas estudantes de 11 e 14 anos e duas mulheres que passaram na avenida; a filha de um vereador da cidade e outra mulher, que está grávida.

A filha do vereador foi levada para um hospital particular de Caruaru, também no Agreste. As outras três vítimas foram levadas para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e já foram liberadas. O corpo do adolescente foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Veja na reportagem do "TV Jornal Manhã", da TV Jornal Interior:


PALAVRAS-CHAVE: polícia interior cupira

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo