Vestibular

Deputado faz apelo à UPE para que alunos do Agreste façam prova do SSA

Publicado em 07/12/2017 , às 11 h16

NE10 Interior

Deputado estadual Waldemar Borges apresentou requerimento na Assembleia Legislativa / Foto: divulgação/Alepe

Deputado estadual Waldemar Borges apresentou requerimento na Assembleia Legislativa Foto: divulgação/Alepe

O deputado estadual Waldemar Borges (PSB) apresentou um requerimento na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) fazendo um apelo ao reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Pedro Falcão, para que seja assegurada a realização de novas provas para os estudantes que perderam o primeiro dia do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) por causa de um protesto.

O primeiro dia de provas do SSA para alunos do primeiro ano do ensino médio aconteceu no último domingo (3). Porém, um grupo de estudantes de Gravatá, Bezerros, Sairé, Camocim de São Félix e outros municípios do Agreste não conseguiram chegar em seus respectivos locais de prova em Caruaru por causa de um protesto registrado na altura do distrito de Sapucarana, em Bezerros, na BR-232.

De acordo com o deputado, o reitor mostrou-se sensível a situação, mas informou que não decide o caso sozinho. Uma comissão deverá ser acionada para tratar do assunto.



"Espero que o bom senso prevaleça, que a gente consiga uma saída que signifique não prejudicar, não penalizar, nem punir estes estudantes que não puderam acessar a prova por uma razão sob a qual eles não tem nenhuma responsabilidade", disse Waldemar Borges, em entrevista à Rádio Jornal Caruaru.

Confira a íntegra da entrevista:

Nessa quarta-feira (6), um grupo de pais e estudantes esteve no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para procurar ajuda. Eles deverão procurar a Justiça.

Veja na reportagem do "TV Jornal Manhã", da TV Jornal Interior:


Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo