AO VIVO
Veja Lucy Alves e Alok no São João de Caruaru

Justiça

Acusado de matar Marcolino Jr. vai a julgamento nesta quarta-feira

Publicado em 19/06/2017 , às 11 h35

NE10 Interior

Colunista social e jornalista Marcolino Jr. foi encontrado morto em abril do ano passado / Foto: arquivo pessoal

Colunista social e jornalista Marcolino Jr. foi encontrado morto em abril do ano passado Foto: arquivo pessoal

Um dos acusados de matar o colunista social e jornalista Marcolino Júnior, Rafael Leite da Silva, será julgado nesta quarta-feira (21), às 9h, na Vara do Tribunal do Júri na Comarca de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O jornalista foi encontrado morto em abril do ano passado.

Rafael Leite é acusado de homicídio triplamente qualificado, furto e ocultação de cadáver. Quatro testemunhas serão ouvidas no julgamento. Na sequência, Rafael será interrogado e acontecem os debates orais da promotoria e defesa. A juíza Priscila Vasconcelos conduz o julgamento.

Segundo a investigação da Polícia Civil, Rafael dopou Marcolino, aplicou um golpe de jiu-jitsu no jornalista e o matou a facadas dentro de um motel em Caruaru. Ainda de acordo com o inquérito, presidido pelo delegado Márcio Cruz, o acusado colocou o corpo de Marcolino dentro da mala do veículo do jornalista e deixou o cadáver em uma área rural do distrito de Insurreição, em Sairé, também no Agreste.

Rafael foi preso no dia 18 de abril do ano passado enquanto tentava vender o carro de Marcolino na área central de Caruaru. Ele está na Penitenciária Juiz Plácido de Souza desde então. O corpo de Marcolino Júnior foi localizado neste mesmo dia, após passar dois dias desaparecido.



Em maio deste ano, a TV Jornal Interior exibiu uma entrevista exclusiva com Rafael Leite. O repórter e apresentador Fernando Rodolfo esteve na penitenciária para uma conversa sobre o crime. Rafael nega ter matado o colunista social. Durante a entrevista, Rafael entrou em contradições, principalmente em relação ao depoimento dado por ele próprio à Justiça no ano passado.

Davi Fernando

O processo do outro acusado de participação na morte de Marcolino, Davi Fernando Ferreira Graciano, está na fase das alegações finais. O assistente de acusação e o advogado de Davi ainda devem apresentar suas alegações. Esta etapa é anterior à decisão da pronúncia que decide se ele irá ou não a júri. Davi chegou a ser preso, mas a Justiça concedeu liberdade provisória ao acusado, que responde em liberdade.

Leia também:

- Exclusivo: acusado de matar Marcolino Júnior é entrevistado na prisão
- Caso Marcolino Jr: Davi Fernando quebra o silêncio um ano após o crime
- Caso Marcolino Jr: Rafael contou três versões sobre o crime
- Marcolino Júnior pode não ter sido morto dentro de motel em Caruaru


Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo