Serial killers

Pernambucano lança livro sobre trio de canibais

Publicado em 01/04/2016, às 18h21 | Atualizado em 01/04/2016, às 18h37

Do NE10

Raphael Guerra é autor do blog Ronda JC / Foto: Filipe Falcão/Divulgação

Raphael Guerra é autor do blog Ronda JC Foto: Filipe Falcão/Divulgação

A história do trio de canibais que chocou Pernambuco há quatro anos foi contada pelo jornalista e escritor Raphael Guerra, que assina o blog Ronda JC, em livro-reportagem que será lançado neste sábado (2), no espaço Casa de Máquinas, no Recife. O material conta os momentos em que a vida dos três se cruzou, além de como e os porquês dos assassinatos.

» Leia o especial que o NE10 publicou sobre o caso do trio de canibais

Raphael escreveu "Os Canibais de Garanhuns" no segundo semestre do ano passado, período em que decidiu se dedicar a escrever em detalhes as histórias que começou a cobrir como repórter de polícia em 2012, quando os crimes foram descobertos.

O jornalista também pesquisou sobre a vida do trio e conversou com familiares das vítimas e do trio. "Os irmãos de Jorge (Beltrão Negromonte, considerado o idealizador de todos os crimes) destacavam que desde a infância percebiam um comportamento estranho dele, de se isolar e ser violento, mas não imaginavam que haveria uma seita e os assassinatos. Mesmo sem saber do canibalismo, já haviam se afastado de Jorge porque ele tentou aplicar um golpe na família por causa de R$ 80 mil", conta Raphael.

"Canibais de Garanhuns" também fala de um episódio que até hoje é considerado um mistério sobre a história: se eles vendiam ou não salgados feitos com carne humana. Quando foram presos e em entrevistas as duas mulheres - Bruna e Isabel Cristina - afirmavam ter feito isso, já no julgamento negaram.

Os três foram condenados pela morte de uma jovem em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, e são acusados pelo assassinato de mais duas mulheres em Garanhuns, no Agreste. Os três foram descobertos depois de fazer compras com cartões de créditos de uma das vítimas. A filha de outra delas, que eles adotaram como se fosse deles e que chegou até a comer a carne da mãe, foi quem indicou à polícia a localização dos restos mortais, divididivos em partes e enterrados na casa onde moravam.

O livro foi publicado pele Chiado Editora. O prefácio é assinado pelo jornalista Klester Cavalcanti. No lançamento, que começa às 17h, o preço promocional será de R$ 35.

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo