Atitude adotiva

O Comendador da Adoção

Publicado em 27/09/2016, às 17h29 | Atualizado em 28/09/2016, às 19h28

Por Guilherme Lima Moura

O psicólogo Luiz Schettini Filho ao receber a Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado Grau Comendador / Foto: Divulgação

O psicólogo Luiz Schettini Filho ao receber a Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado Grau Comendador Foto: Divulgação

Estamos ainda sob o efeito destes recentes tempos de Olimpíadas e Paralimpíadas. Tempos de guerreiros campeões – vencedores, acima de tudo, de si mesmos – erguidos aos pódios para as justas homenagens. Destacados da multidão para o recebimento das medalhas, dos ouros olímpicos.

Acontece que os jogos olímpicos nos inspiram e nos lembram de que é tempo também de homenagearmos os heróis do cotidiano. Aqueles homens e mulheres que saem de si mesmos, que praticam o belíssimo esporte do altruísmo. Que fazem de suas vidas inteiras uma maratona do bem. Para os quais cada dia é um verdadeiro cem metros rasos das realizações amorosas, na maioria das vezes transformado num cento e dez metros com barreiras. E quantas barreiras! Mas para estes campeões os obstáculos são um incentivo. As barreiras simplesmente lhes impulsionam a seguir em frente com mais firmeza.

São os atletas das boas ações. Os lutadores do bom combate. Os vencedores do pessimismo. Os construtores de um mundo melhor.

Em agosto último vimos um justo pódio ser erguido, pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, para reconhecer e premiar alguns destes vencedores do bem: o Palácio da Justiça de Pernambuco. E naquele pódio vimos ser alçado aquele que, em todo o Brasil, é sabiamente considerado o patrono da adoção: o psicólogo Luiz Schettini Filho.

Nosso caro Luiz, que há mais de quarenta anos vive a adoção, como psicólogo, educador, escritor, conferencista e pai. Um dos frutos que sua boa vontade nos legou, entre tantos, é o GEAD Recife, ONG que apoia a iniciativa de pretendentes a adoção no Grande Recife há mais de vinte anos.

Já falamos sobre Luiz Schettini aqui, por ocasião de seu aniversário de oitenta anos. Uma vida de realizações que, na esteira do tempo, se multiplicam em incontáveis benefícios para igualmente incontáveis seres. Com Luiz temos aprendido acima de tudo a tentar praticar a atitude adotiva.

Luiz Schettini subiu ao pódio para receber uma comenda. A Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado Grau Comendador. A comenda é uma homenagem cujo uso remonta à Idade Média. Naquele tempo recebiam-na os militares que demonstravam valentia nas batalhas.

Sim, Luiz é valente. Nas batalhas que a vida lhe ofereceu, para que se lhe cunhasse o caráter indelével que o define como guerreiro incansável, Luiz foi vencedor corajoso. Seu legado nos inspira a todos, pelo seu verbo suave, falado ou escrito, emocionante, bem humorado e cheio de sabedoria.

Sim, Luiz é nosso comendador da Adoção. Inspirador de gerações de praticantes da atitude adotiva. De milhares de pequenos atletas do bem, espalhados pelo país todo, militando anonimamente para que crianças tenham direito a uma família de verdade. Para que crianças tenham direito à adoção.

Não bastassem os méritos pessoais que justificam o recebimento dessa comenda, Luiz ainda faz mais. Sim, porque uma homenagem a Luiz Schettini é uma homenagem ao instituto da adoção. É uma celebração aos pais e mães de verdade espalhados por todo canto. É uma lembrança de que enquanto nesse país houver uma criança sem família, seremos um país doente.

Sim, amigas e amigos. Ainda é tempo dos pódios e dos ouros. Ainda é tempo das comendas. E será sempre tempo de homenagearmos os heróis do bem.

Vida longa ao nosso Comendador da Adoção!

As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

*As colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do NE10

Atitude adotiva Guilherme Lima Moura é pai adotivo, integrante do Gead (Grupo de Estudos e Apoio à Adoção do Recife) e professor da UFPE. glmoura@gmail.com

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo