Fenômeno

Recifenses se frustram ao não conseguir observar eclipse solar anular

Publicado em 26/02/2017 , às 14 h11

NE10

O eclipse pôde ser completamente apreciado da Argentina. / Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP

O eclipse pôde ser completamente apreciado da Argentina. Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP

O domingo (26) já é atípico por ser o segundo dia do Carnaval e, esse ano, ele ganhou mais um incremento. O primeiro eclipse solar de 2017 pôde ser visto em diversas partes do país. No Recife, porém, o fênomeno não foi tão visível quanto no sul do país, por exemplo.

A previsão era de que apenas 16% do eclipse fosse visto da capital pernambucana, um percentual pequeno da borda do astro. Mas nem isso alguns recifenses alegaram conseguir ver direito.



O melhor ponto de observação foi no Rio Grande do Sul. De acordo com o Observatório Nacional, o eclipse solar visto é anular, conhecido também como “Anel de Fogo”, quando se vê todo o desenho do Sol e uma espécie de anel de luz ao redor. A NASA publicou um GIF mostrando, rapidamente, como aconteceu o fênomeno.

Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP

No Twitter, usuários do microblog publicaram imagens do fênomeno natural. Alguns tiveram a visão perfeita do momento. Outros, apenas o céu nublado. O perfil oficial de astronomia da USP publicou uma sequência de fotos do eclipse, enviadas por um seguidor.

Foto: ALEJANDRO PAGNI / AFP

Mas, para quem ficou frustrado, outra oportunidade virá. No dia 21 de agosto, um eclipse total do sol pdoerá ser visualizado do Brasil, parcialmente somente na região nordeste, próximo do horário do pôr do sol. Segundo análises do Observatório Nacional, outro eclipse parcial visto em grande parte do Brasil está rpevisto para 14 de dezembro de 2020. É bom anotar na agenda para não perder.

PALAVRAS-CHAVE: brasil notícias ciência & vida

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo