Repercussão negativa

Campanha 'gente boa também mata' é alvo de processo do Conar

Publicado em 11/01/2017 , às 21 h50

NE10

Peça da campanha "Gente boa também mata", do Ministério dos Transportes. / Foto: Reprodução.

Peça da campanha "Gente boa também mata", do Ministério dos Transportes. Foto: Reprodução.

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) processou nessa terça-feira (10) os anúncios veiculados na TV e na web da campanha "Gente boa também mata", do Ministério dos Transportes.

Segundo a assessoria de imprensa do Conar, a entidade recebeu várias críticas de consumidores com o argumento de que as peças associavam pessoas com boas intenções àquelas que matam no trânsito. Nas redes sociais, a campanha - produzida pela agência Nova s/b - repercutiu negativamente, sendo considerada por muitos confusa e desrespeitosa.

Na quinta-feira passada (5), diante da forte repercussão, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) informou que os cartazes da campanha seriam retirados, mas que seriam mantidas as peças de TV e internet. 

Ainda de acordo com o Conar, a campanha será julgada dentro de 40 dias pelo conselho de ética da entidade.

PALAVRAS-CHAVE: brasil notícias

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo