Crime ambiental

Polícia Civil resgata 500 animais que seriam vendidos para rituais

Publicado em 11/01/2017 , às 10 h12

NE10 Com informações de agência

Animais dormiam amontoados em espaços reduzidos / Foto: divulgação

Animais dormiam amontoados em espaços reduzidos Foto: divulgação

Cerca de 500 animais foram resgatados por agentes da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Galinhas, Coelhos e Cabras dividiam o espaço pequeno amontoados, além de estarem sem higiene e alimentação adequadas. Segundo os policiais, os bichos que ainda estavam vivos conviviam com a carcaça de outros animais.

Segundo os investigadores, esses animais eram também vendidos para alimentação, mas que o principal mercado era o de rituais religiosos. Os animais foram encontrados assustados e ofegantes, devido ao pouco oxigênio resultante do espaço reduzido. Um dos policiais contou que uma galinha foi encontrada com o pé acorrentado quase necrosando. Os bodes precisavam ficar em cima do comedouro para caberem.

A operação foi fruto de uma denúncia anônima feita ao DPMA. O dono da loja Toca dos Bichos, que fica em campo grande, na Zona Oeste do Rio, pode ser condenado a pagar pena que varia de 3 meses a um ano, além de multa por crime ambiental. Os bichos foram levados para santuários.

PALAVRAS-CHAVE: bichos notícias

Continue Lendo

COMENTE ESTA MATÉRIA

Nome:
E-mail
Mensagem

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu. O NE10 reserva-se o direito de não publicar mensagens com palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

  • De: Rifka Naomi- 12/01/2017 08:30 Que país é este ???? Denunciem estes bandidos. Ser vivo nenhum, merece ser tratado assim. E a pena? Típica deste país : UMA PIADA !!!!! DENUNCIEM !!! No Recife é na DEPOMA que fica por trás da HC PNEUS. Para quem vem pela Estrada dos Remédios , a última rua a direita , antes de cruzar a Abdias de Carvalho. Ou vá a Delegacia mais próxima da sua casa. Este crime é FEDERAL. LEI Nº 9.605 parágrafo 32.
  • De: Carlos A- 11/01/2017 19:36 Curioso o comentário de uma pessoa, que critica as religiões afros. Só precisei ler o texto uma única vez para perceber que a matéria não faz referência a nenhuma religião, quanto mais afro. Não enxero o fundamentalismo como ele se referiu, mas vejo uma das coisas que mais afligem nosso país nos dias atuais: a ignorância e o preconceito !
  • De: Miguel- 11/01/2017 18:48 A Humanidade não tem mais jeito. A força superior que governa o universo, precisa acabar com a vida humana na terra. Poupe apenas a natureza!
  • De: Pacífico- 11/01/2017 18:26 O mundo está igual a caranguejo: andando para trás.
  • De: Nih Banksy- 11/01/2017 18:14 É raro ver a polícia e a justiça em prol dos animais. Infelizmente ha muitos casos como esses pelo Brasil que as autoridades nem se importam, por isso eu parabenizo os evolvidos nesse resgate.
  • De: Gustavo Oliveira- 11/01/2017 18:03 Pode passar lá de surpresa para ver se não vão continuar fazendo. PARABÉNS À POLÍCIA CIVIL.
  • De: Marcos- 11/01/2017 17:30 Quem ia usar estes animais para sacrifícios também devia ser preso, são assassinos impiedosos, sem coração e sem Deus, desde quando espíritos precisam de carne e sangue de inocentes? Religião atrasada, somente pessoas ignorantes e brutas acreditam que vão obter algum benefício matando animais puros e inocentes.
  • De: Carlo Brian- 11/01/2017 16:22 Uma das coisas que me assusta no Brasil é isto.......Algumas pessoas acreditam que sacrificando algum animal terá algo de bom em troca. Até quando as pessoas seram malucas por acreditar num troço desse.
  • De: Aleck Trento- 11/01/2017 16:15 Se a pessoa fala dessas religiões afros logo é taxado de religioso fundamentalista. Olha aí, o fundamentalismo dessas religiões afros. Crime ambiental absurdo.
  • De: Cintia- 11/01/2017 16:11 3 meses a 1 ano??? Alguém mata esse desgraçado!!! M A T A!!!! Já foram 60 lixos imundos lá em Manaus, vamos começar a limpar o brasil dessas imundicies!!!!!!
VEJA MAIS COMENTÁRIOS

SERVIÇOSNE10


Vitrine NE10
Vitrine NE10
Fechar vídeo